Roteiro (nada turístico) de Lisboa!

Lisboa
Lisboa

Ser Alfacinha é nunca faltar a uns santos populares! É gostar de ir beber um copo ao Cais do Sodré e saber que é no Careca que se comem os melhores croissants do mundo. É ir com a família ao domingo à Casa da Guia e dar o primeiro mergulho do ano ainda na primavera! É gostar de sol, praia e pores do sol!

Passeie por Lisboa como um local:

1º- Comece o dia com uma viagem de comboio até Cascais e tome o pequeno-almoço na Casa da Guia. Aproveite a luz da manhã neste sitio porque ao fim da tarde tende a ser mais ventoso

2º- Ainda de manhã passe na Praia da rainha (fica num pequeno recanto na rua direita em Cascais). Por ser escondida não é muito conhecida pelos habituais turistas.

3º- Venha pela marginal em direção e Lisboa e prove os petiscos do Boteco da Linha em São Pedro do Estoril. É um tesouro muito bem escondido perto da praia.

4º- Aproveite para passear no paredão junto à costa que liga Oeiras a Caxias e quando já tiver fome para lanchar pare, nos que acreditamos serem os melhores croissants do mundo, no Careca em Belém.

5º- Siga para o centro de Lisboa e jante no restaurante Aromas e temperos em Arroios. É um restaurante muito pequeno e acolhedor que é um pequeno oásis no que diz respeito à junção de sabores.

6º- À noite aproveite para passear no Cais do Sodré. Entre em qualquer bar da zona e venha tomar a sua bebida cá para fora convivendo com as pessoas à sua volta.

Curiosidade

Sabe porque chamam aos Lisboetas, “Alfacinhas”?

Há várias teorias, no entanto acredita-se que esta expressão deriva da palavra alface, que vem do árabe, o que poderá indicar que o cultivo da planta começou aquando da ocupação da Península por este povo. Reza a lenda que numa das guerras travadas, um cerco foi montado na capital Portuguesa e a alface seria o único alimento disponível para os lisboetas.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.